Blog

Home  /  Artigos   /  SEMANA GLOBAL DO EMPREENDEDORISMO DESAFIA ANGOLANOS A “SONHAR SEM LIMITES”

SEMANA GLOBAL DO EMPREENDEDORISMO DESAFIA ANGOLANOS A “SONHAR SEM LIMITES”

Em entrevista ao SAPO, José Carlos dos Santos, organizador da Semana Global do Empreendedorismo e CEO do projecto Acelera Angola, manifestou a sua satisfação em coordenar este que é o maior evento de empreendedorismo à volta do mundo e confessou ver nisto um verdadeiro catalisador da mudança que o país espera e precisa.

“O empreendedorismo é, sem sombra de dúvidas, o caminho ideal para resolvermos ou anteciparmos eventuais problemas que temos vivenciado do ponto de vista social e económico. Neste momento, são 35 mil eventos organizados em simultâneo e celebrados por 9 milhões de pessoas em diferentes pontos deste imenso planeta. Com experiência de vários oradores e com a troca de ideias entre distintas pessoas do mundo corporativo com competências variadas, damos certamente ao público angolano uma oportunidade de estar mais motivado na concretização dos próprios objectivos e dos objectivos da comunidade em si. Por isso, ‘Sonhar não tem limites’ é o lema desta edição… porque, de facto, não há mesmo quaisquer limites para os sonhos”, explicou.

De realçar que a Semana Global de Empreendedorismo ou “Entrepreneurship Week Angola” surgiu há́ onze anos, nos Estados Unidos da América, e chegou a Angola em 2016, estando agora a celebrar a sua 3ª edição. Uma iniciativa que visa incrementar o ecossistema de empreendedorismo a nível global, onde inovadores, promotores e criadores de emprego lançam startups e novas empresas, impulsionando o crescimento económico e expandindo o bem-estar humano nos países em que é realizado anualmente.

Angola, que abriu com chave de ouro esta edição da iniciativa na passada terça-feira, em Luanda, celebra a mesma até o próximo domingo, dia 18 de Novembro. Desafiar os empreendedores e os angolanos em geral a ampliar a sua visão e influenciar positivamente o futuro do país, é para este ano, um dos objectivos principais traçados pela organização.